Por Onde Anda - Curtindo a vida...

Voltar
Por Onde Anda - Artigo publicado no Informativo PREVIG 55, em 2015
 




É com essa frase que o aposentado Anselmo Arlotta normalmente começa a legenda das suas fotos nas redes sociais


Natural do Rio de Janeiro (RJ), Anselmo Arlotta, 60 anos, chegou em Florianópolis em 1976. Ele veio transferido pela Eletrosul e acabou se apaixonando pela cidade. Formado em economia, o aposentado construiu uma carreira de sucesso, com 36 anos de experiência no Departamento de Suprimentos. Apaixonado pelo seu setor, ele desempenhou atividades de Importação e foi Coordenador da Cadeia de Suprimentos, onde ficou até se desligar da Tractebel, em 2012. “Eu tinha amor pelo o que eu fazia e sempre fui fiel ao meu Departamento. Durante todo esse tempo, tanto na Eletrosul quanto na Tractebel, tive muitas oportunidades, amadureci e cresci profissionalmente. O meu trabalho me proporcionou grandes e importantes experiências na medida em que pude participar ativamente de uma empresa do setor público e depois do setor privado”, comenta. Além disso, ele também trabalhou como professor universitário, durante 12 anos.

Torcedor do Avaí, Anselmo é casado pela segunda vez e tem cinco filhos. Antes de sair da empresa, o aposentado participou do programa de preparação para aposentadoria. “O programa é muito importante, pois nos dá boas orientações na preparação psicológica e financeira. Minha transição foi tranquila e quando parei decidi dedicar meu tempo para aproveitar as coisas boas da vida. Minha primeira atividade de aposentado foi viajar com duas filhas para Buenos Aires. Aproveitamos cada momento que antes era preenchido pelo trabalho”, comenta. Em 2014, ele também viajou para a Europa com duas de suas irmãs.

Sempre ativo, o aposentado investe em uma de suas paixões mais antigas, a Arte. Ele pinta desde os    14 anos, mas foi depois da aposentadoria que começou a se dedicar mais. Já possui obra no acervo do Museu de Arte de Santa Catarina (MASC) e recentemente fez uma exposição das suas obras em Florianópolis, na Lagoa da Conceição, e outra no Rio de Janeiro (RJ). “Eu me considero um eterno aprendiz. Estou sempre em busca de novos desafios, aventuras, de conhecer novas culturas e novos sabores”. Anselmo também divide seu tempo livre com outras atividades: trabalha eventualmente com gastronomia, na elaboração de jantares harmônicos, anda de bicicleta, faz caminhada com a esposa e frequenta a academia. Durante toda a semana ele investe em saúde e bem estar.

Entre os planos para o futuro está passar três meses morando com o filho nos Estados Unidos, para recuperar o tempo que foi perdido quando a agenda era cheia de compromissos profissionais. 

A importância da Previdência Complementar
“Ter a oportunidade de participar de uma entidade como a PREVIG e conseguir garantir um complemento no final do mês é muito importante. Com isso, consigo manter o padrão de vida e ainda abrir novas possibilidades para aproveitar a vida.”

Quer participar do Por onde anda? Mande um e-mail para previg@previg.org.br.
Avalie essa notícia: